A curiosa história da Praça XV de Novembro

Atualizado em: 17/07/2016 09:25:47 por Gabi Vieira

Considerada como um dos principais patrimônios históricos de Santa Catarina, a popular “Praça XV de Novembro” é um ótimo lugar quando falamos em relaxar e sentar-se para aproveitar um ambiente climatizado por diversas árvores e plantas. Então nesse post,  iremos falar um pouquinho da sua história que é recheada de curiosidades, vamos nessa?

01
(Foto: Divulgação)

A mais importante praça de Florianópolis, encontra-se onde originalmente surgiu a Vila Nossa Senhora do Desterro em 1962, fundada por Francisco Dias Velho. A partir desse local que a cidade começou a expandir-se até a margem do mar.

03
(Foto: Divulgação)

O Jardim da Praça foi construído entre 1885 e 1887, recebeu árvores de grande porte, como palmeiras imperiais, ficus indianos e cravos da Índia, nesse conjunto de plantas estava a Figueira Centenária, considerada como um símbolo do local. Diz-se que ela nasceu em 1871 em um jardim que existia em frente à Igreja Matriz e que foi transplantada para o seu lugar atual em 1891.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A praça antigamente era chamada de Largo da Matriz, Largo do Palácio e ou Praça Barão da Laguna. O Jardim Oliveira Bello, anteriormente chamado de Almirante Gonçalves, está localizado no centro da praça XV de novembro. Ali havia uma gruta artificial de alvenaria.

Alguns anos depois o ambiente foi cercado por grades de ferro e teve acesso restrito ao público, com horários controlados para visitação, tudo por determinação do decreto n°066, de 08/04/1891. Foi inaugurado no mesmo ano, por Gustavo Richard,  presidente da província de Santa Catarina, em exercício, substituindo Lauro Muller. No interior da praça havia apenas simples bancos móveis que eram colocados ao lado do monumento aos soldados heróis da Guerra do Paraguai. Esta área não era ajardinada.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Porém o jardim permaneceu cercado até 1912, pois o prefeito Henrique Pupp Jr. Mandou retirar as grades, e ser aberta ao público. Ainda se foi aproveitada algumas grades que cercavam a praça, algumas delas estão no Asilo Irmão Joaquim, na Avenida Mouro Ramos e na Igreja São Francisco localizado na Rua Deodoro. Também existem boatos que o portão da Praça XV encontra-se na entrada do cemitério chamado São Francisco de Assis, no bairro Itacorubi.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Também vale ressaltar que a pavimentação da praça em Petit Pavê reproduz desenhos com motivos do folclore ilhéu, desenhado pelo artista plástico Hassis.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Atualmente a praça XV de novembro é destino certo para todos que desejam conhecer a enorme variedade de espécies de árvores e plantas, além de toda a cultura e história que envolvem o local. Dando destaque a “Figueira Centenária” que encontra-se muito bem cuidada e elegantemente onde estende seus galhos escorados por muitas bengalas de ferro que circula e abraça a praça.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

E você, sabia de todas essas curiosidades que envolvem a história desse maravilhoso lugar? Já visitou ou deseja visitar a praça? Vai conta pra gente, e não esquece! Pega a família e os amigos e VEM FLORIPAR!